Palácio Museu Olímpio Campos -
    
   
GOVERNADORESINSTITUCIONAL O PALÁCIO NOTÍCIAS GALERIAS ARTIGOS e TEXTOS PROGRAMAÇÃO CONTATOS

 

Luiz Garcia

Mandato: 31.01.1959 a 05.07.1962
Luís Garcia era filiado a União Democrática Nacional (UDN) foi Governador eleito por sufrágio universal e governou de 31 de janeiro de 1959ª 06 de julho de 1962. A sua administração foi em um período denominado República Populista e teve como Presidente Lucelino Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, Ranieri Mazzilli e João Goulart.
Luís Garcia nasceu em Rosário do Catete no dia 14 de outubro de 1940, filho de Antônio Garcia Sobrinho e de Antônio Menezes Garcia. Bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Bahia em 1932. Tornou-se Promotor Público em Sergipe e em 1934 foi eleito Deputado à Assembleia Constituinte ocupando o cargo de segundo secretário, exerceu seu mandato até 1937 quando o surgimento do Estado Novo suprimiu os órgãos Legislativos do país. Com a redemocratização do País, elegeu-se em 1945, primeiro suplente de deputado por Sergipe à Assembleia Nacional Constituinte pela coligação formada pela (UDN) e pelo (PR), mas não exerceu o mandato. Em 1950 elegeu-se deputado Federal por Sergipe com a coligação entre a (UDN) e o (PST), empossado no ano seguinte tornou-se vice-líder da UDN na Câmara. Participou de todo o processo de criação da Petrobrás e da Política do Petróleo nacional que aconteceu em 1953, quando o Presidente Vargas sancionou a Lei nº 2.004.
Foi reeleito em 1954 dessa vez pela coligação formada pela UDN, PST e PSP, tornou-se vice-líder do bloco da oposição parlamentar, em seguida assumiu a vice-liderança do bloco da minoria da UDN. Em 1958 elegeu-se Governador do Estado, assumindo o Governo em 1959 substituindo Leandro Maciel.
Em sua administração Luís Garcia foi um grande empreendedor.
- criou a Secretaria da Agricultura;
- a Comissão de Planejamento do Estado e o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Condese);
- criou o Banco de Fomento Econômico do Estado de Sergipe;
-consegui ampliar o financiamento do BNDE no Estado, para aplicação do financiamento de energia elétrica;
- ampliou a rede de energia elétrica e água nos bairros da zona norte de Aracaju;
- ampliou a estação de passageiros do aeroporto Santa Maria;
- construiu a estação rodoviária no centro de Aracaju que leva o seu nome;
- construiu um Ginásio de esportes em Maruim;
- instalou o Museu de Sergipe em São Cristóvão;
- criou o Instituto de Previdência para o funcionalismo Público (IPES);
- construiu o Hotel Palace no centro da Capital;
- construiu 13 Grupos Escolares, oito (08) ginásios e diversas estradas;
- criou junto com outros intelectuais a Faculdade de Medicina.
Em 1962 Luís Garcia renunciou para concorrer a uma cadeira no senado, mas, foi derrotado. Depois que saiu exerceu vários mandatos políticos, deixando a vida partidária em 1975.
Afastado da vida pública passou a exercer a advocacia e vários outros cargos como: presidiu o Conselho Diretor da UFS; foi Promotor Público; membro do Conselho Federal da OAB. Como Jornalista integrou a Academia Sergipana de Letras, a Associação Sergipana de Imprensa e o Instituto Histórico Geográfico de Sergipe.
Foi casado com Emília Marques Pinto Garcia, que teve uma grande atuação social, fundando o Centro de Reabilitação Ninota Garcia para atender as pessoas com deficiência no Estado.
LUIS GARCIA FALECEU EM 11 DE AGOSTO DE 2001.

Texto elaborado pela Coordenação de Pesquisa e Educação
Pesquisas em livros de: História Geral e História da Política em Sergipe
Pesquisas na Internet:
https://pt.wikipedia.org
https: www.camara.leg.br
https:www.fgv.br
https: infonet.com.br

 

 

Mapa do Site
Institucional O Palácio
Notícias Galerias
Artigos Programação
Contatos Tour 360°
Jogos Planta 3D
Biblioteca  
Administração

DIRETOR:Alberto Araujo Silva
TEL: (79) 3198-1462
Coordenação de Acervo Museológico 
Setor que abrange a curadoria e a monitoria, sendo responsável pelas informações e pelo acervo museológico do Palácio-Museu, e orientação dos visitantes e também, pela expografia dos seus ambientes.

COORDENADORA: Izaura Ramos
TEL: (79) 3198-1454
Coordenação de Pesquisa e Educação . Setor que abrange os serviços de arquivologia, pesquisa, comunicação e de ações educativas.

Palácio-Museu

A definição de casa-museu ou palácio-museu prevê a proteção da propriedade natural ou cultural, móvel ou imóvel, em seu local original, ou seja, preservada no local em que tal propriedade foi criada ou descoberta. Para que isso aconteça é necessário promover a restauração do patrimônio e utilizá-lo com fins didático-pedagógicos e culturais. Além disso, o Palácio-Museu Olímpio Campos promove eventos abertos ao público, a exemplo de exposições fotográficas, mostras de artistas, lançamentos de livros, entre outros. O novo projeto disponibiliza também serviços de guia para visitação, curadoria, pesquisa, documentação histórica, cafeteria e livraria etc.
Todos direitos reservados ©
Secretaria de Estado da Casa Civil