Palácio Museu Olímpio Campos -
    
   
GOVERNADORESINSTITUCIONAL O PALÁCIO NOTÍCIAS GALERIAS ARTIGOS e TEXTOS PROGRAMAÇÃO CONTATOS

 

Antônio de Siqueira Horta

Mandato: 04.09.1896 a 05.10.1896
Antônio de Siqueira Horta, nasceu em Laranjeiras, foi proprietário do engenho junco no Município, era um chefe político altamente respeitado, foi vice-presidente de Sergipe, assumindo o comando em momentos importantes e tensos. Republicano histórico foi um dos líderes do Manifesto Republicano lançado em Laranjeiras em 1º de novembro de 1888; com a Proclamação da República em 15 de novembro de 1889, participou da 1º Junta que governou Sergipe, essa junta durou apenas 02 dias, nessa época ele era Major do Exército; Já como Tenente Coronel participou de outra Junta governativa de 25 de dezembro de 1890 a 16 de janeiro de 1891. Outra vez foi vice-presidente de Estado, assumindo o comando de 04 de setembro de 1896 a 06 de outubro do mesmo ano, ficando no poder apenas um (01) mês e alguns dias, realizando a organização do novo sistema político no Estado. Antônio de Siqueira Horta foi vice-presidente durante a administração de Lourenço Freire de Mesquita Dantas.

Texto organizado pelo setor de Pesquisa do PMOC
Pesquisa realizada em Livros de História de Sergipe e História Política de Sergipe
Internet - http://cpdoc.fgv.br
http://pt.wikipedia.org
http://clientes.infonet.com.br

 

 

Mapa do Site
Institucional O Palácio
Notícias Galerias
Artigos Programação
Contatos Tour 360°
Jogos Planta 3D
Biblioteca  
Administração

DIRETOR:Alberto Araujo Silva
TEL: (79) 3198-1462
Coordenação de Acervo Museológico 
Setor que abrange a curadoria e a monitoria, sendo responsável pelas informações e pelo acervo museológico do Palácio-Museu, e orientação dos visitantes e também, pela expografia dos seus ambientes.

COORDENADORA: Izaura Ramos
TEL: (79) 3198-1454
Coordenação de Pesquisa e Educação . Setor que abrange os serviços de arquivologia, pesquisa, comunicação e de ações educativas.

Palácio-Museu

A definição de casa-museu ou palácio-museu prevê a proteção da propriedade natural ou cultural, móvel ou imóvel, em seu local original, ou seja, preservada no local em que tal propriedade foi criada ou descoberta. Para que isso aconteça é necessário promover a restauração do patrimônio e utilizá-lo com fins didático-pedagógicos e culturais. Além disso, o Palácio-Museu Olímpio Campos promove eventos abertos ao público, a exemplo de exposições fotográficas, mostras de artistas, lançamentos de livros, entre outros. O novo projeto disponibiliza também serviços de guia para visitação, curadoria, pesquisa, documentação histórica, cafeteria e livraria etc.
Todos direitos reservados ©
Secretaria de Estado da Casa Civil