Palácio Museu Olímpio Campos -
    
   
GOVERNADORESINSTITUCIONAL O PALÁCIO NOTÍCIAS GALERIAS ARTIGOS e TEXTOS PROGRAMAÇÃO CONTATOS

 

Marcelo Déda Chagas

Mandato: 2007 a 2010 / 2011 a 2014
MARCELO DÉDA CHAGAS

Nasceu em Simão Dias no dia 11 de março de 1960, filho de Manuel Celestino Chagas e de Dona Zilda Déda Chagas; durante todo o período do ensino fundamental Déda frequentou o Grupo escolar Fausto Cardoso em Simão dias; em 1969 seus pais vieram morar em Aracaju, mas, Marcelo Déda continuou em Simão Dias, morando com sua tia Eunice Oliveira que foi responsável pela formação religiosa do sobrinho que chegou até ser coroinha na Igreja de Nossa Senhora Santana, padroeira de Simão Dias.
Em 1973, ele vem para Aracaju com apenas 13 anos estudar no Colégio Atheneu Sergipense, onde estudou até a conclusão do segundo grau; nesse período começa a ter contato com alguns textos que o levaram a se apaixonar pela ciência política. O primeiro movimento que participou foi no Atheneu em 1979 que tinha como objetivo a não aquisição da farda de gala pelos alunos do último ano; também no Atheneu engajou-se nos movimentos culturais e em 1977 foi Presidente do Clube de Cinema do colégio; tornou-se cineasta amador, na bitola de super./8mm; em 1980 entra para a Universidade Federal de Sergipe como aluno do curso de Direito, formando-se em 1984; sua vida política já tinha iniciado desde de 1978 quando frequentava os eventos promovidos pelo DCE, nessa época existia um grupo estudantil de esquerda denominado ?Atuação?; acompanhou a 1º greve universitária realizada pelo DCE e a sua forma de militância chamou atenção dos políticos da época. Em 1982 Déda já filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) é lançado como candidato a uma cadeira de Deputado Estadual, candidatura que foi um fracasso, nessa época tinha apenas 22 anos; em 1986 foi eleito Deputado Estadual, com a maior votação de sua legislatura; em 1990 disputa a reeleição e é derrotado; já em 1994 candidata-se a Deputado Federal e consegue a maior votação do Estado.
Em 1985 na s eleições para Prefeito Déda concorre e sai perdedor desse pleito na época perdendo para Jackson Barreto do PMDB; em 1988 lançou-se novamente candidato a Prefeitura de Aracaju e mas uma vez não consegui vencer; em 2000, mas uma vez ele sai candidato a Prefeito de Aracaju e desta vez sai vitorioso, tendo como vice Edvaldo Nogueira; em 2004 Déda foi reeleito Prefeito de Aracaju. Em 2006 ele renuncia ao mandato de Prefeito para candidatar-se a vaga de Governador e consegue uma vitória histórica para Sergipe, nessa chapa seu vice era Belivaldo Chagas, também filho de Simão Dias e seu opositor foi João Alves. Em 2010 Déda vence novamente no 1º turno, sendo que nesse pleito a sua vitória já foi mas, apertada e tinha como vice Jackson Barreto, e mas uma vez derrotaram João Alves filho.
Quando Prefeito Déda revitalizou toda a cidade; construiu e reformou vários postos de saúde; construiu avenidas; o bairro Santa Maria; planejou a construção do Viaduto do DIA; transformou o Forró caju em uma das maiores festas juninas do Nordeste; levou Aracaju durante o seu governo a ser considerada a Capital com a melhor qualidade de vida do país, superando Curitiba e Brasília.
No Governo do Estado realizou várias obras sempre pensando no bem-estar do povo sergipano; podemos destacar entre elas;
- a construção e reforma de várias clínicas da saúde da família em todo o Estado;
-construiu juntamente com a UFS (Universidade Federal de Sergipe) o Campus de Lagarto voltado para o curso de Medicina, que só existia no campus de São Cristóvão;
- construiu várias Praças com equipamento de lazer e ginástica;
- realizou a reforma e construção de várias rodovias destacando-se a ROTA DO SERTÃO, a rodovia que liga Santa Rosa a Moita Bonita e várias outras;
- reformou e construiu várias escolas no Estado;
- implantou a Delegacia Regional de Itabaiana;
- inaugurou o Hospital de Itabaiana;
- implantou o Centro Empresarial Integrado de Tobias Barreto;
- revitalizou a Ponte Maria Oliveira Déda que liga Riachuelo a Malhador;
- construiu a ponte Joel Silveira que liga Itaporanga a Aracaju;
- restaurou o antigo prédio do Palácio Olímpio Campos e o transformou em ?PALÁCIO MUSEU OLÍMPIO CAMPOS;
- construiu a ponte Gilberto Amado a maior construída sobre um Rio do Nordeste ligando Sergipe a Bahia;
- restaurou o prédio do antigo Colégio Atheneu e deu ao mesmo outra funcionalidade, com a criação do ?MUSEU DA GENTE SERGIPANA? que mostra a nossa cultura;
- no seu Governo aconteceu o tombamento a nível mundial da PRAÇA SÃO FRANCISCO, na cidade de São Cristóvão, hoje ?Patrimônio da Humanidade?.
Marcelo Déda durante o período que esteve à frente do Governo do Estado empenhou-se em realizar uma gestão democrática e humana. O seu legado é muito mas que obras físicas, passa pela ética, pelo zelo com a coisa pública e sempre na luta para preservar seu nome e sua história política integra tanto como político como cidadão.
Afastou-se do governo em 2013 para tratamento de saúde e dessa vez não venceu, faleceu em 02 de dezembro de 2013, deixando uma grande lacuna na política sergipana.
Hoje existe o INSTITUTO MARCELO DÉDA que conta a história desse grande político, cineasta, poeta, pai e um grande ser humano.
?Sei que hoje, não sou aqui apenas um, nem me caibo na solidão do pronome eu. Aqui e agora sou muitos.? (Marcelo Déda

Pesquisa da Equipe do Centro de Pesquisa do Palácio Museu Olímpio Campos
Fontes: Livros de História, de política de Sergipe e sites https://www.camara.leg.br/deputados/74530/biografia
http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/marcelo-deda-chagas
http://www.institutomarcelodeda.com.br/biografia-md/

 

 

Mapa do Site
Institucional O Palácio
Notícias Galerias
Artigos Programação
Contatos Tour 360°
Jogos Planta 3D
Biblioteca  
Administração

DIRETOR:Alberto Araujo Silva
TEL: (79) 3198-1462
Coordenação de Acervo Museológico 
Setor que abrange a curadoria e a monitoria, sendo responsável pelas informações e pelo acervo museológico do Palácio-Museu, e orientação dos visitantes e também, pela expografia dos seus ambientes.

COORDENADORA: Izaura Ramos
TEL: (79) 3198-1454
Coordenação de Pesquisa e Educação . Setor que abrange os serviços de arquivologia, pesquisa, comunicação e de ações educativas.

Palácio-Museu

A definição de casa-museu ou palácio-museu prevê a proteção da propriedade natural ou cultural, móvel ou imóvel, em seu local original, ou seja, preservada no local em que tal propriedade foi criada ou descoberta. Para que isso aconteça é necessário promover a restauração do patrimônio e utilizá-lo com fins didático-pedagógicos e culturais. Além disso, o Palácio-Museu Olímpio Campos promove eventos abertos ao público, a exemplo de exposições fotográficas, mostras de artistas, lançamentos de livros, entre outros. O novo projeto disponibiliza também serviços de guia para visitação, curadoria, pesquisa, documentação histórica, cafeteria e livraria etc.
Todos direitos reservados ©
Secretaria de Estado da Casa Civil