Palácio Museu Olímpio Campos -
    
   
GOVERNADORESINSTITUCIONAL O PALÁCIO NOTÍCIAS GALERIAS ARTIGOS e TEXTOS PROGRAMAÇÃO CONTATOS

 

Novas ordens de serviço garantem continuidade de obras no Olímpio Campos

O governador em exercício, Belivaldo Chagas, assinou uma série de ordens de serviço que marcam o início da etapa final da reforma do Palácio Olímpio Campos. A atual administração, através da Secretaria de Estado da Casa Civil, decidiu retomar, ainda em 2007, o processo de recuperação física do Olímpio Campos, incluindo a manutenção e conservação predial e a recuperação e restauração dos elementos artísticos. Com as assinaturas realizadas nesta sexta-feira, 20, o investimento do Governo do Estado chega a R$ 5.318.504,89.

"Desde o primeiro instante, o governador Marcelo Déda abraçou esta ideia e designou o secretário chefe da Casa Civil, Oliveira Júnior, para executar esta tarefa. O que está sendo realizado é um trabalho minucioso para restaurar este prédio. Isto significa resgatar a história política, administrativa e cultural do estado de Sergipe. Afinal, os atos mais importantes da política do nosso estado, aconteceram a partir do Olímpio Campos", relatou o governador.

A primeira ordem de serviço, que representa um investimento de R$ 911.474,83, diz respeito ao serviço da luminotécnica externa do palácio. Serão implantados 201 projetores lineares baseados em LEDs, com efeito controlado de banho suave. À noite, a luz se tornará um elemento integrante da arquitetura. Para isto, o Estado vai investir.

Segundo o secretário Oliveira Júnior, o principal objetivo desta restauração é aproximar a população de sua história. "Não estamos fazendo esta restauração apenas para resgatar a parte física. O que queremos com isso é aproximar a população de sua história, fazer com que as pessoas conheçam de perto o que é o executivo de Sergipe", salientou.

Durante a solenidade, também foi celebrado um entre o Instituto Cultural Banese e a Secretaria de Estado da Casa Civil no valor de R$ 100 mil. O convênio vai permitir que Instituto Banese conceda apoio financeiro para a aquisição e instalação de sistemas de câmeras de segurança, rede sem fio para acesso à Internet, e terminais digitais e seus sistemas/programação, que serão utilizados no Palácio-Museu Olímpio Campos."O Banese tem participado das ações do Governo como grande parceiro na área do esporte e da cultura. Sem o Banese, muita coisa não poderia ser realizada", disse Belivaldo.

Ele assinou ainda o projeto de lei que será enviado à Assembleia Legislativa para garantir a transformação do Olímpio Campos em Palácio-Museu. "O palácio vai voltar à população, além da realização de atos que poderão escrever a história administrativa do Estado. Teremos área para acesso público sem restrições e espaço para o governador despachar, realizar solenidades e receber autoridades. Abrir este acesso público para turistas e sergipanos é possibilitar que eles conheçam a história de Sergipe a partir deste palácio", reforçou.

O governador em exercício ainda lembrou o tempo em que trabalhava no Olímpio Campos. "Eu pude reviver um pouco da minha história. Aqui eu atuei enquanto secretário de Estado ao lado do então governador Antônio Carlos Valadares, que foi o último governador que usou o Olímpio Campos como sede do Executivo Estadual". Ao final da solenidade, foi exibida a parte da lateral sul do Palácio cuja pintura já foi aplicada. O padrão de pintura adotado será estendido a toda fachada do Olímpio Campos.


Restauração

Logo no início do governo, Marcelo Déda decidiu que o Olímpio Campos iria se transformar em palácio-museu, resgatando a história política, cultural e administrativa. "Ainda em 2007, Déda assinou as ordens de serviço que permitiram dar início ao restauro não apenas do prédio, mas de toda a estrutura de obras de arte que complementavam este palácio. É um marco para a memória de Sergipe, já que aqui sediou as principais decisões políticas do nosso estado", salientou Oliveira Júnior.

O secretário-chefe da Casa Civil destacou o trabalho minucioso com a restauração. "Temos em execução o restauro da fachada, com as cores originais recuperadas usando técnicas de restauro e auxílio de exames de laboratórios que reproduzem as cores utilizadas na década de 30, que foi quando o palácio sofreu uma de suas mais profundas reformas".

Ao final da solenidade, foi exibida a parte da lateral sul do Palácio cuja pintura já foi aplicada. O padrão de pintura adotado será estendido a toda fachada do Olímpio Campos.

Praça

Nesta sexta-feira, o governador ainda assinou a ordem de serviço para realização de obras de reurbanização da Praça Almirante Barroso. A partir de um investimento de R$ 837.382,08 o Governo do Estado realizará ampla reurbanização. Além de estar situada no entorno do Olímpio Campos, a Almirante Barroso é contínua à Praça Fausto Cardoso, que foi entregue pela prefeitura em março deste ano completamente reformada.

"Essas ações mostram o compromisso do Governo com a história de Sergipe. Procuramos de uma maneira compartilhada contribuir com este processo de revitalização do centro histórico de Aracaju. Nós entregamos a recuperação da Fausto Cardoso. O Governo do Estado está restaurando o Olímpio Campos e agora assumiu o compromisso da revitalização da Praça Almirante Barroso", destacou ", destacou o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira.

Participaram da solenidade o deputado federal Jackson Barreto, o vice-prefeito de Aracaju, Silvio Santos, os secretários de Estado da Cultura, Eloísa Galdino, da Educação, José Fernandes Lima, da Administração, Jorge Alberto, de Governo, Jorge Araújo, o reitor da UFS, Josué dos Passos Subrinho, o presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, Ibarê Dantas, e a superintedente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan-SE), Terezinha Oliva.

Fonte: ASN





Postado: 07/04/2016 - 12:18:18

 

 

Mapa do Site
Institucional O Palácio
Notícias Galerias
Artigos Programação
Contatos Tour 360°
Jogos Planta 3D
Biblioteca  
Administração

DIRETOR:Alberto Araujo Silva
TEL: (79) 3198-1462
Coordenação de Acervo Museológico 
Setor que abrange a curadoria e a monitoria, sendo responsável pelas informações e pelo acervo museológico do Palácio-Museu, e orientação dos visitantes e também, pela expografia dos seus ambientes.

COORDENADORA: Izaura Ramos
TEL: (79) 3198-1454
Coordenação de Pesquisa e Educação . Setor que abrange os serviços de arquivologia, pesquisa, comunicação e de ações educativas.

Palácio-Museu

A definição de casa-museu ou palácio-museu prevê a proteção da propriedade natural ou cultural, móvel ou imóvel, em seu local original, ou seja, preservada no local em que tal propriedade foi criada ou descoberta. Para que isso aconteça é necessário promover a restauração do patrimônio e utilizá-lo com fins didático-pedagógicos e culturais. Além disso, o Palácio-Museu Olímpio Campos promove eventos abertos ao público, a exemplo de exposições fotográficas, mostras de artistas, lançamentos de livros, entre outros. O novo projeto disponibiliza também serviços de guia para visitação, curadoria, pesquisa, documentação histórica, cafeteria e livraria etc.
Todos direitos reservados ©
Secretaria de Estado da Casa Civil