Palácio Museu Olímpio Campos -
    
   
GOVERNADORESINSTITUCIONAL O PALÁCIO NOTÍCIAS GALERIAS ARTIGOS e TEXTOS PROGRAMAÇÃO CONTATOS

 

Restauração do Palácio Olímpio Campos valoriza história de Sergipe

As esculturas, telas e objetos que contam a história de Sergipe no Palácio Olímpio Campos, centro de Aracaju, continuam sendo restaurados pelo Governo do Estado. Representantes das secretarias de Estado da Cultura, Infra-estrutura e Casa Civil visitaram as obras de restauração nesta terça-feira, 2, e conheceram em detalhes o trabalho que está sendo executado sob o comando da restauradora Ana Maria Villar, responsável pelo projeto.
O Governo de Sergipe está investindo R$ 1,2 milhão na restauração, que está sendo feita através da Casa Civil e das secretarias de Estado da Cultura e de Infra-Estrutura, além da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop). A previsão é de que o processo de restauração, iniciado em janeiro de 2007, esteja concluído até o fim deste ano. Em seguida, será iniciada a reforma da parte física do prédio.
O projeto é transformar o Olímpio Campos em um museu que conte a história de Sergipe no período republicano. As esculturas e telas estavam em processo de corrosão e degradação e, por isso, foi realizado um trabalho de proteção às peças estragadas com vários procedimentos de higienização, harmonização e retoque, no intuito de se conseguir chegar ao mais próximo do original.
Segundo Ana Maria Villar, representante da empresa AM Restauro, o processo de restauração busca, com muita pesquisa e trabalho científico, chegar à originalidade das peças. Villar salientou que o trabalho é minucioso e apresenta dificuldades por conta do estado de conservação em que o prédio se encontrava. "É todo um trabalho de descoberta. Em muitos momentos, encontramos obras escondidas sobre várias camadas de tinta, o que nos leva então retirá-las para voltar ao original", relatou.
O secretário de Estado da Cultura, Luiz Alberto dos Santos, falou da importância da ação. "O Palácio Olímpio Campos é uma referência arquitetônica para o povo sergipano. Restaurar esse prédio significa resgatar a história de Sergipe," ressaltou.
Para o presidente do Conselho Estadual de Cultura e da Academia Sergipana de Letras, José Anderson Nascimento, o Palácio Olímpio Campos é um ícone do sergipano. "Ele ficou mais de uma década relegado ao abandono, sofrendo com a ação do tempo e o descaso dos administradores e agora recebe uma obra à sua altura, que valoriza o que ele tem de melhor", enfatizou.
Também participaram da visita membros do Conselho Estadual de Cultura, técnicos da Secretária de Estado da Cultura, representantes da Secretaria de Infra-estrutura e da Casa Civil, os pesquisadores Luís Antonio Barreto e Aglaé Fontes, a diretora do Museu do Homem Sergipano, professora Terezinha Oliva e outros intelectuais do estado.
O prédio
O Palácio Olímpio Campos é um dos mais importantes patrimônios de Sergipe. Foi inaugurado em 1863 e tombado por decreto estadual em 1985, onde funcionou como sede do governo estadual até 1995, quando as tarefas de governo foram transferidas para o Palácio dos Despachos, na Avenida Adélia Franco. A arquitetura do prédio é predominantemente neoclássica, mas pode ser definida como eclética. Na década de 20, o governador Pereira Lobo contratou uma equipe de artistas italianos residentes na Bahia para construir o acervo artístico encontrado atualmente no Palácio.





Postado: 07/04/2016 - 11:56:00

 

 

Mapa do Site
Institucional O Palácio
Notícias Galerias
Artigos Programação
Contatos Tour 360°
Jogos Planta 3D
Biblioteca  
Administração

DIRETOR:Alberto Araujo Silva
TEL: (79) 3198-1462
Coordenação de Acervo Museológico 
Setor que abrange a curadoria e a monitoria, sendo responsável pelas informações e pelo acervo museológico do Palácio-Museu, e orientação dos visitantes e também, pela expografia dos seus ambientes.

COORDENADORA: Izaura Ramos
TEL: (79) 3198-1454
Coordenação de Pesquisa e Educação . Setor que abrange os serviços de arquivologia, pesquisa, comunicação e de ações educativas.

Palácio-Museu

A definição de casa-museu ou palácio-museu prevê a proteção da propriedade natural ou cultural, móvel ou imóvel, em seu local original, ou seja, preservada no local em que tal propriedade foi criada ou descoberta. Para que isso aconteça é necessário promover a restauração do patrimônio e utilizá-lo com fins didático-pedagógicos e culturais. Além disso, o Palácio-Museu Olímpio Campos promove eventos abertos ao público, a exemplo de exposições fotográficas, mostras de artistas, lançamentos de livros, entre outros. O novo projeto disponibiliza também serviços de guia para visitação, curadoria, pesquisa, documentação histórica, cafeteria e livraria etc.
Todos direitos reservados ©
Secretaria de Estado da Casa Civil