Palácio Museu Olímpio Campos -
    
   
GOVERNADORESINSTITUCIONAL O PALÁCIO NOTÍCIAS GALERIAS ARTIGOS e TEXTOS PROGRAMAÇÃO CONTATOS

 

Quinteto de Sopro da ORSSE encerra programação alusiva à sergipanidade

Para findar as comemorações em alusão ao dia 24 de outubro, também chamado de dia da Sergipanidade, a Orquestra Sinfônica de Sergipe- ORSSE apresentou um concerto de câmara com um quinteto de sopros, encerrando uma programação que durante durante quatro dias movimentou o Palácio Museu Olímpio Campos.
A programação especial teve início no último dia 22 com um colóquio estudantil sob o tema: "A emancipação de Sergipe", voltado para os alunos da rede pública de ensino. Os estudantes trataram do significado da emancipação política e sua importância para o estado, além da comemoração do dia 24 de outubro e, terminada a discussão, puderam visitar as dependências do Palácio.
Em seguida, performances teatrais, apresentação de corais, cerimônias cívicas e debates acerca do tema "Emancipação de Sergipe" assinalaram a comemoração da data. Para o secretário-chefe da Casa Civil "O palácio Olímpio Campos é o maior símbolo da história política de Sergipe, e não poderíamos nos furtar a promover uma programação que estimule nos visitantes o conhecimento da história de Sergipe, contribuindo para o conceito da sergipanidade", destacou Oliveira Júnior.
O quinteto de sopro da ORSSE abriu a noite com a execução do Hino de Sergipe, passou por Rossini, Hindemith, Piazzolla, terminando, sob aplausos, com a execução de Xaxado no serrado de Fernando Moares. Os presentes no salão multieventos do Palácio Museu não se conformaram e pediram bis.
A enfermeira Francisca Moraes se emocionou com a festividade "achei a apresentação linda, não sabia que a orquestra tinha o quinteto de sopro, foi uma surpresa, mas eles me emocionaram, o palácio tem fazer essas apresentações mais vezes, saio daqui muito emocionada" confidenciou Moraes.
O 24 de outubro
Em 24 de outubro de 1824, há exatos 186 anos, a população sergipana comemorou a chegada da Carta Régia que emancipou o estado politicamente, da Bahia. O decreto que ratifica a autonomia de Sergipe data de 8 de julho de 1920, porém, por questões políticas, o documento só desembarcou em terras sergipanas no dia 24 de outubro de 1824. Durante mais de um século e meio, os sergipanos comemoraram o dia 24 como data símbolo de sua emancipação e do advento de Sergipe enquanto Província.





Postado: 12/04/2016 - 15:54:26

 

 

Mapa do Site
Institucional O Palácio
Notícias Galerias
Artigos Programação
Contatos Tour 360°
Jogos Planta 3D
Biblioteca  
Administração

DIRETOR:Alberto Araujo Silva
TEL: (79) 3198-1462
Coordenação de Acervo Museológico 
Setor que abrange a curadoria e a monitoria, sendo responsável pelas informações e pelo acervo museológico do Palácio-Museu, e orientação dos visitantes e também, pela expografia dos seus ambientes.

COORDENADORA: Izaura Ramos
TEL: (79) 3198-1454
Coordenação de Pesquisa e Educação . Setor que abrange os serviços de arquivologia, pesquisa, comunicação e de ações educativas.

Palácio-Museu

A definição de casa-museu ou palácio-museu prevê a proteção da propriedade natural ou cultural, móvel ou imóvel, em seu local original, ou seja, preservada no local em que tal propriedade foi criada ou descoberta. Para que isso aconteça é necessário promover a restauração do patrimônio e utilizá-lo com fins didático-pedagógicos e culturais. Além disso, o Palácio-Museu Olímpio Campos promove eventos abertos ao público, a exemplo de exposições fotográficas, mostras de artistas, lançamentos de livros, entre outros. O novo projeto disponibiliza também serviços de guia para visitação, curadoria, pesquisa, documentação histórica, cafeteria e livraria etc.
Todos direitos reservados ©
Secretaria de Estado da Casa Civil